XIX JORNADA DE NUTRIÇÃO CLÍNICA DA UFRJ

Palestras, TCC, Fórum e muito mais!

0%

NutriQuiz – Bônus | XIX Jornada de nutrição clínica da UFRJ

 

  1. Clique no botão INÍCIO (após a confirmação,  surgirá a primeira questão do estudo dirigido);
  2. Leia atentamente as perguntas e marque a alternativa que considere CORRETA e clique em PRÓXIMO;
  3. No decorrer do NutriQuiz, caso tenha esquecido de marcar a alternativa que considere correta na questão, ainda há tempo de retornar. Clique no botão ANTERIOR e retorne a questão desejada;
  4. Para encerrar, clique em “NutriQuiz – Clique aqui para finalizar seu NutriQuiz”

Comentário:   L-carnitina, colina e lecitina estão presentes em alimentos de origem animal, como carnes vermelha, peixe, laticínios e ovos. E, quando ingeridos são metabolizados no intestino por bactérias da microbiota e acabam por originar a trimetilamina, que por sua vez sofre oxidação hepática e dá origem ao N-óxido de trimetilamina.

1 / 10

O N-óxido de trimetilamina (TMAO) tem sido apontado como um futuro marcador para risco de aterogênese, estando associada sua concentração ao consumo de:

Os compostos fitoquímicos são provenientes do metabolismo secundário dos vegetais,  estes compostos possuem como função fisiológica a ação contra espécies reativas de oxigênio. Deste modo, conseguem proteger o organismo contra o estresse oxidativo, evitando e prevenindo uma série de distúrbios crônico-degenerativos, por meio de suas atividades antioxidante, antiinflamatória e antitumoral, reduzindo os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

2 / 10

Os alimentos de origem vegetal são ricos em fitoquímicos que atuam reduzindo:

Comentário: A dieta vegetariana exclui os produtos de origem animal. A Sociedade Vegetariana Brasileira reconhece variações do termo, como Ovolactovegetariano (consome ovos, leite e laticínios na alimentação), Lactovegetariano (consome leite e laticínios na alimentação), Ovovegetariano (consome ovos na alimentação),  Vegetarianiano estrito (não consome nenhum produto de origem animal na alimentação).

3 / 10

O conceito de dieta vegetariana consiste em consumir:

Comentário: A Sociedade Vegetariana Brasileira reconhece ovolactovegetariano como aquele que consome ovos, leite e laticínios na alimentação e exclui os de origem animal.

4 / 10

A dieta lacto-vegetariana EXCLUI os seguintes alimentos:

Comentário: A densidade energética (kcal/g) é a relação entre a quantidade de energia presente no alimento (em kcal) e o peso da sua porção (em gramas). Quanto maior o teor de fibras e água do alimento, menor será sua densidade energética. Estudos têm relacionado dietas de alta densidade energética com o aumento do risco para doenças cardiovasculares, uma vez que possuem alimentos com alto teor de nutrientes considerados prejudiciais para a saúde, como açúcar, gorduras saturadas e sódio, e baixo teor de fibras, vitaminas e minerais.

5 / 10

A densidade energética dos alimentos em ordem crescente é a seguinte:

Comentário:  A gordura saturada pode ser encontrada  nos alimentos de origem animal, como carnes gordurosas, manteiga e laticínios, mas também está presente no óleo e derivados de coco e óleo de palma. Já a gordura monoinsaturada é encontrada no azeite de oliva, amendoim, abacate, gergelim, amêndoas e polpa de açaí.

6 / 10

A gordura saturada e monoinsaturada na dieta são fornecidas, respectivamente por:

Comentário:  Consiste numa dieta na qual não ocorre a exclusão de nenhum alimento, mas sim o aumento do consumo de alimentos de origem vegetal.

7 / 10

Dieta pró vegetariana não exclui nenhum alimento  e consiste no aumento do consumo de:

Comentário: De acordo com a classificação NOVA define alimento ultraprocessado como aquele que é constituído por cinco ou mais ingredientes. Com frequência, esses ingredientes incluem substâncias e aditivos usados na fabricação de alimentos processados como açúcar, óleos, gorduras e sal, além de antioxidantes, estabilizantes e conservantes. Por exemplo, sucos açucarados e cereais matinais.

8 / 10

O padrão alimentar pró-vegetariano insalubre contempla o consumo de alimentos de origem vegetal ultraprocessados que são:

Comentário: Os receptores ativados por proliferadores de peroxissoma (PPARs) são fatores de transcrição pertencentes à família de receptores nucleares que regulam a homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos (promovendo o aumento da beta-oxidação e redução dos ácidos graxos livres) e inflamação.

9 / 10

Os polifenóis e os ácidos graxos insaturados podem agir nos músculos, fígado e tecido adiposo, estimulando redução do tecido adiposo por meio da expressão do receptor ativado por proliferador de peroxissoma que resulta em:

Comentário:  O metabolismo de colina e fosfatidilcolina pela  microbiota intestinal produz trimetilamina (TMA), que é metabolizada em uma espécie pró-aterogênica, a N-óxido trimetilamina (TMAO).   O metabolismo de L-carnitina dietética, uma trimetilamina abundante na carne vermelha, pela microbiota intestinal, também produz TMAO que acelera a aterosclerose. Os onívoros produziram mais TMAO do que vegetarianos.

10 / 10

É produzido a partir da carne vermelha e, por meio da ativação de macrófagos e  células espumosas promove a aterosclerose:

Dados obrigatórios

Your score is

0%